SBK: Yamaha recusa ParkinGO em 2012

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SBK: Yamaha recusa ParkinGO em 2012

Mensagem por  em Qui Set 22, 2011 7:47 am





O Mundial de Superbikes pode ter ficado um pouco mais pobre, devido ao abandono da participação oficial da Yamaha da categoria de Superbikes. Quando a marca japonesa anunciou esse abandono, imediatamente a equipa que lidera de forma praticamente incontestada a categoria de Supersport, a ParkinGO, ofereceu-se para “tomar as rédeas” da equipa de SBK.

Giuliano Rovelli, o proprietário da equipa, não escondeu desde início que era sua intenção subir mais um patamar em 2012 e, sendo a sua equipa apoiada pela Yamaha nas “seiscentos”, tendo recuperado as YZF-R6 em pouco mais de dois meses para performances que estão perto de dar novamente o título à Yamaha, seria de todo lógico que a Yamaha aceitasse as condições que Rovelli está a oferecer: mais apoios ao nível económico – derivados de um maior número de patrocinadores, e também, uma experiência acumulada que não é fácil de encontrar hoje em dia.

Mas o facto é que a Yamaha, através de Laurens Klein Koerkamp (director de competição da Yamaha Motor Europe), já fez saber que a ParkinGO não será a escolhida para o seu esforço em SBK, sendo que Rovelli já sabe dessa decisão

“O nosso plano para os próximos dois anos no Mundial de SBK era de entrar com o Marco Melandri e com o Chaz Davies, que nós acreditamos é um talento que está em crescendo, mas o Laurens Klein Koerkamp disse-nos que já estão em negociações avançadas com um grupo sul africano. Disse-me que no nosso plano de SBK existem erros e de seguida desejou-me boa sorte com outro fabricante. É pena, pois seria lógico que passássemos para superbikes com a Yamaha, mas já estamos a falar com outra marca.”

Giuliano Rovelli continuou a sua análise critica a esta decisão por parte da Yamaha, confirmando que o seu negócio da ParkinGO está em “expansão” e que a sua ideia de competir em SBK tem muitos apoiantes e patrocinadores. Sendo assim, para Rovelli, Koerkamp está a cometer o mesmo erro de 2009, quando extinguiu a equipa campeã de Supersport devido à falta de dinheiro.


A equipa da Yamaha na altura ficou sem dinheiro, enquanto a equipa Yamaha ParkinGO está à beira de atingir o mesmo objectivo… mas utilizando metade do orçamento que a equipa de fábrica da Yamaha dispunha em 2009.

Giuliano Rovelli acredita que a sua equipa conseguiria provar o que vale numa categoria superior e, sem necessitar de gastar os “milhões” que todos julgam ser necessário para entrar na luta pelas vitórias, sendo que o facto de usar menos dinheiro, de acordo com Rovelli, foi uma das razões para o negócio não ir para a frente.

Sem acordo com a Yamaha para as Superbikes, a ParkinGO já se virou para outras soluções, tanto ao nível de marcas com quem poderá colaborar (não foram divulgadas), como também existe a forte possibilidade da equipa passar a competir noutro Mundial, precisamente o Mundial de Velocidade e logo na categoria de MotoGP / Moto1.

Estará a Yamaha e, mais precisamente, Laurens Klein Koerkamp, a repetir o mesmo erro de 2009, ao acabar com uma receita que parece estar destinada ao sucesso? Deixe o seu comentário em baixo



Fonte : Motociclismo
avatar

Data de inscrição : 05/07/2011
Idade : 43
Localização : Quinta do Conde

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum