Tiago Magalhães segue a vencer

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tiago Magalhães segue a vencer

Mensagem por Kuhn em Ter Ago 30, 2011 11:44 am



Tiago Magalhães conseguiu no Autódromo de Portimão o seu segundo triunfo consecutivo em provas do MOTOSPORT VODAFONE, ao ganhar as duas mangas de Superbike, após vibrantes duelos com Tiago Dias. Aconteceu numa jornada que trouxe significativas novidades na hierarquia de várias classes, na sequência de corridas muito bem disputadas, com algumas vitórias decididas por escassa margem.


A primeira novidade sucedeu ainda antes da jornada oficial. Na Sexta-feira, em treinos privados, Luís Carreira fracturou o fémur da perna esquerda ao caír na pista algarvia. O campeão nacional da "classe-rainha", e líder deste Campeonato 2011, ficou assim arredado da competição, sendo importante baixa no lote de candidatos ao título.

Esta foi a quarta jornada do Campeonato Nacional de Velocidade, constituindo a primeira visita do ano ao circuito de Portimão. No Sábado houve alguns períodos de chuva, mas hoje o Sol brilhou e o programa desenrolou-se com o asfalto seco.

As duas corridas de Superbike proporcionaram outros tantos duelos cerrados entre os dois Tiago, Magalhães e Dias. Com 11 pilotos em pista, Na primeira manga Magalhães liderou todo o tempo, mas sempre pressionado por Dias. Este aproximava-se mais nas zonas sinuosas, enquanto o comandante repunha vantagem nas rectas. Magalhães venceu só com 0,3s de avanço sobre o rival. André Carvalho rodou de forma solitária no 3.º posto, enquanto para 4.º lugar Fernando Costa impôs-se no confronto com José Leite e Nuno Cachada.

A segunda manga de Superbike foi bastante parecida com a anterior, o despique entre Magalhães e Dias ainda mais intenso, mas houve desfecho diferente, porque Tiago Dias sofreu uma queda já na última volta e acabou em 6.º. Tiago Magalhães ganhou a sua quarta corrida consecutiva e passa a comandar o Campeonato. André Carvalho foi 2.º e José Leite 3.º classificado, mas Leite rodou fisicamente condicionado devido a rotura no menisco do joelho esquerdo. Na discussão do 4.º posto, Fernando Costa bateu Nuno Cachada.

A corrida de Stocksport 600 envolveu 25 concorrentes e também teve um final ao sprint. Aleix Aulestia liderou o pelotão durante algum tempo, mas já na segunda metade da prova foi ultrapassado por Tiago Araújo. Este ganhou, apenas com 175 milésimos de vantagem sobre o espanhol. Ricardo Lourenço foi 3.º, diante de Marcos Baqueiro. Araújo reforçou assim a sua posição de comandante do Campeonato, no qual Ruben Nogueira permanece em 2.º, apesar de ter acabado este corrida em 7.º, não tendo conseguido afinação mais conveniente da sua moto para o traçado algarvio.

Com 20 pilotos em acção, a prova do Troféu Promomoto trouxe surpresas à beira do fim, quando o comandante Filipe Carvalho desistiu por queda na última volta. Paulo Brandão herdou o triunfo, destacado de Jorge Silva. Além disso, os pilotos que cruzaram a meta a seguir, Rafael Sacramento e Pedro Monteiro, foram desclassificados devido a irregularidades detectadas nas suas motos durante as verificações técnicas finais. Assim, os 3.º e 4.º lugares acabaram por pertencer a Luís Franco e Nuno Monteiro, respectivamente.

A corrida que reuniu 15 pilotos das classes 85 e 125 GP teve diversas baixas. Ivo Lopes ficou fora de combate por queda logo na volta de aquecimento, David Ferreira desistiu com a moto avariada na primeira volta, e também problemas mecânicos implicaram o abandono de Paulo Leite na segunda passagem. Finalmente, o comandante do Campeonato de 125cc, Angel Dominguez, desistiu por avaria na sexta volta.

No cenário descrito, o jovem espanhol Marco Ramirez foi destacado vencedor, enquanto André Pires subiu ao 2.º posto já perto do fim, resultado que lhe permite ser o novo líder destacado do Campeonato de 125cc. Já entre as 85cc, Tiago Guerreiro dominou durante a maior parte da corrida, mas na ponta final seria ultrapassado por Pedro Nuno, que ganhou a classe com 2 segundos de avanço sobre Guerreiro.

Outra novidade aconteceu na única corrida realizada no Sábado, pois Hermano Sobral perdeu a invencibilidade no Troféu de Clássicas. Uma queda nos treinos deixou a sua moto com problemas de travões para a corrida, disputada por 10 pilotos. Ainda assim Sobral bateu-se bem, mas André Caetano conseguiu vencer por escassos 0,6s sobre o opositor. O espanhol Aurelio Gonzalez completou o pódio.

Após esta incursão à pista algarvia, o Motosport Vodafone irá prosseguir nos dias 10 e 11 de Setembro, no Circuito Vasco Sameiro, em Braga.

Fonte: FMP
Foto: Vítor Schwantz





avatar
Kuhn

Data de inscrição : 27/05/2011
Idade : 37
Localização : Almada

Ver perfil do usuário http://www.motogportugal.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum