SSP Rep. Checa: A estreia de Gino Rea

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SSP Rep. Checa: A estreia de Gino Rea

Mensagem por  em Qua Jul 13, 2011 8:23 pm




Sendo o programa do Mundial de Supersport composto por apenas uma corrida por cada fim-de-semana, todos os pontos contam para a luta pelo título. Chaz Davies saiu de Brno com a sua liderança reforçada apesar das dificuldades sentidas, mas as atenções foram todas para a estreia a vencer de Gino Rea.

De facto, a corrida de SSP teve um pouco de tudo: muitas ultrapassagens, quedas e um final impróprio tendo em conta o esforço que os pilotos estavam a ter sob temperaturas verdadeiramente escaldantes.

Após o arranque, Fabien Foret e Gino Rea assumiram as duas primeiras posições, levando atrás de si um conjunto variado de pilotos que incluia Broc Parkes, Sam Lowes da Parklagar, Chaz Davies e David Salom. Os dois da frente foram trocando de posição entre si, e mesmo quando a pressão aumentou devido à aproximação dos perseguidores nunca ficaram dúvidas de que um deles é que seria o vencedor.

Aproveitando o fim dos muitos azares que o têm perseguido esta temporada, Gino Rea finalmente celebrou uma vitória. E a sua tarefa até ficou um pouco facilitada, pois a três voltas do final, as bandeiras vermelhas foram mostradas ao longo da pista dando por finalizada a acção - devido a queda de RObin Harms e óleo em pista, isto numa altura em que Foret já estaria a pensar na sua estratégia para atacar a vitória na última volta.

Atrás dos dois pilotos da Honda ficou Chaz Davies que, após sentir muitas dificuldades ao longo dos três dias de competição em Brno, conseguiu sair daqui com menos pontos de vantagem para Foret, que é agora segundo no campeonato em igualdade de pontos com Parkes que sofreu uma aparatosa queda e não somou qualquer ponto.

David Salom passou a linha de meta em quarto após uma corrida muito regular, onde se superiorizou a Roberto Tamburini que, por sua vez, levou a melhor sobre Sam Lowes na melhor das motos da Parkalgar.

Lowes passou por bastantes dificuldades e o sexto lugar final foi o melhor que conseguiu. Ainda assim, o seu companheiro de equipa sai de Brno com menos razões para festejar...

O nosso português Miguel Praia partia com legítimas aspirações para conseguir um resultado dentro dos cinco primeiros mas, essa ideia não passou das intenções, pois logo ao final da primeira volta, e após um mau arranque, Praia estava em 17º.

Ainda assim o piloto de Albufeira recuperou o seu melhor ritmo e começou a rodar volta após volta nos tempos dos mais rápidos. Foi subindo lugares e rapidamente chegou a 10º, tendo ainda rodado em 9º após a queda de Broc Parkes. Praia foi mantendo o lugar e estava a ganhar terreno para os pilotos que seguiam à sua frente, Robin Harms e Luca Scassa, mas infelizmente, uma queda nos momentos finais significou que Miguel Praia teve de abandonar e sair de Brno sem qualquer ponto.

Apesar da queda, Praia e a equipa Honda Parkalgar ainda devem ter alguns motivos para ficarem contentes. É que o piloto português conseguiu durante um largo período de tempo rodar junto a pilotos que normalmente estão a lutar pelas melhores posições em cada corrida, especialmente no caso de Scassa, o que pode significar que Praia estará em boas condições para atingir o seu melhor resultado de sempre nas próximas rondas do Mundial de Supersport.
avatar

Data de inscrição : 05/07/2011
Idade : 43
Localização : Quinta do Conde

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum