Tiago Magalhães bisa no Estoril

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tiago Magalhães bisa no Estoril

Mensagem por CBR666 em Seg Jun 09, 2014 4:03 pm



Tiago Magalhães conquistou a sua segunda vitória da época no Autódromo do Estoril, e segue agora isolado no comando da classe Superbike. Esta foi a terceira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade/ Vodafone, que rendeu algumas vitórias obtidas por escassa margem.
Entretanto, a classificação de Superbike ficou suspensa, porque nas verificações técnicas finais surgiram dúvidas sobre o pneu dianteiro utilizado por Tiago Magalhães. Em consequência, foi solicitado um parecer ao fornecedor oficial de pneus nesta classe, e posteriormente será tomada uma decisão sobre o assunto.
A corrida de Superbike reuniu 11 pilotos e proporcionou renhido duelo entre Tiago Magalhães e André Pires, que alternaram no comando até Magalhães se fixar definitivamente na liderança a quatro voltas do fim. Já Mário Alves rodou sempre em 3.º, suportando a pressão exercida por Ricardo Lopes, o qual caiu na derradeira volta e por isso acabou em 9.º. Mais atrás, Pedro Monteiro levou a melhor em aceso despique com Tiago Morgado e Nuno Paulo.
A corrida de Stocksport 600 envolveu 16 pilotos e foi bastante movimentada. Sérgio Batista liderou sempre, excepto durante duas voltas a meio da prova, quando foi passado por Romeu Leite. Depois, este continuou na perseguição, e na meta Batista ganhou apenas por 8 décimos de segundo. Tiago Cleto ia em 3.º quando saiu em frente na parabólica interior à quinta volta, tendo depois de aplicar-se para recuperar a posição inicial, diante de Alex Costa. Nota ainda para o abandono de Ivo Lopes, que após uma saída de pista recolheu à boxe. Com este êxito, Sérgio Batista é o novo comandante do Campeonato.
Na categoria Júnior, com 12 intervenientes, o anterior guia do Campeonato teve um Domingo para esquecer. Após avaria nos treinos arrancou em último da grelha, mas com a moto a falhar teve de desistir logo à segunda volta. Pedro Nuno fez uma cavalgada solitária na dianteira, sempre secundado pelo espanhol Angel Dominguez, e terminaram separados por 36,2s. Entretanto, na última volta David Ferreira desalojou Ivo Relvas do 3.º posto.
Na prova do Troféu Século XX/ Taça Luís Carreira, Diamantino Santos foi o único comandante e venceu, enquanto António Maximiano e Rui Felisberto travaram animado duelo, só decidido na última volta a favor de Maximiano. Ainda durante a primeira metade da corrida, Alexandre Pires e Luís Belchior instalaram-se nos 4.º e 5.º lugares, respectivamente, entre 13 concorrentes.
A corrida Fuchs Silkolene (Motos Clássicas) teve 10 participantes, e os três primeiros classificados passaram pelo comando na fase inicial. Depois, a partir da quarta passagem à pista António Machado seguiu sempre na dianteira e resistiu à pressão exercida por Hermano Sobral, acabando separados por menos de meio segundo. Bernardo Vilar completou o pódio, terminando diante de André Caetano.
avatar
CBR666

Data de inscrição : 22/06/2011
Idade : 32
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/Oficina.L.L.Motors

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum